Roda de Conversa – apresentação do CRISE

Apresentação CRISE 26.03.2015

Cartaz apresentação 2015

O caderno de resumos das produções relevantes do CRISE encontra-se aqui.

A síntese das produções e projetos recentes está aqui.

 

 

Anúncios

VIII Simpósio Brasileiro de Psicologia Política – INSCRIÇÕES ABERTAS!

Tags

, , , ,

O Simpósio

O CRISE tem a satisfação de participar da promoção do VIII Simpósio, “Crise e insurgência: controle da subversão e subversão do controle”, em 2014.

O VIII Simpósio Brasileiro de Psicologia Política tem como objetivo apresentar, debater e traçar o panorama atual das modalidades de investigação que estão sendo realizadas no Brasil e na América Latina, percorrendo diversos temas, como: poder, movimentos sociais, políticas públicas, marxismo, memória, imigração, identidade, instituição religiosa, arte, gênero, raça, ambiente, comunidade, minorias étnicas e forças armadas e policiais. Será realizado na Faculdade de Educação da Universidade Federal de Goiás (Goiânia) de 16 a 19 outubro de 2014, sendo constituído por conferência, simpósios, mesas-redondas, diálogos e apresentações de trabalhos. Devido ao atual cenário social de muitas manifestações populares no país, e intensificação da repressão policial, traz como tema: “Crise e insurgência: controle da subversão e subversão do controle”. Para essa edição contaremos com pesquisadores renomados no âmbito nacional, a maior parte com vinculação em programas de pós-graduação em Psicologia, e pesquisadores internacionais da América Latina.

Para mais informações, clique aqui

 

 

Publicado novo número da revista Teoría y crítica de la Psicología

Saiu novo número da revista Teoría y crítica de la psicología, com artigos sobre esquizodrama, psicanálise lacaniana, psicologia histórico-cultural, subjetividade e capitalismo, etc.

http://teocripsi.com/actual.php

Número 4 (2014)

 

 

Esquizodrama

(Contribuciones arbitradas)

 

Esquizoanálisis y Esquizodrama, clínica y política: presentación de la obra de Gregorio Baremblitt

Domenico Uhng Hur (Brasil)

 

Presentación del Esquizodrama

Gregorio Franklin Baremblitt (Argentina)

 

Dilemas de los “aprendices de hechiceros (Dudas en la pragmática auto-inventiva de los jóvenes esquizoanalistas y esquizodramatistas)

Gregorio Franklin Baremblitt (Argentina)

 

 

Psicoanálisis lacaniano y análisis de discurso

(Contribuciones arbitradas)

 

Análisis Lacaniano de Discurso: una herramienta metodológica “alternativa, innovadora y subversiva”

Paola González Castro (México y Francia)

 

Aporte psicoanalítico para el análisis de los lugares discursivos e ideológicos

Nadir Lara Junior y Luciane Pinheiro Jardim (Brasil)

 

La escisión subjetiva como fundamento de una ética de responsabilidad ante el discurso de los mercados

Karen Happeth Cuevas Castelán y Ricardo García Valdez (México)

 

 

Psicología histórico-cultural

(Documentos clásicos y contribuciones arbitradas) 

 

Obituario de Lev Vygotski (1935)

Alexander Luria (Unión Soviética)

 

Trabalho e linguagem em Luria: um estudo a partir da ontologia marxiana

Natália Ayres (Brasil)

 

Psicología histórico-cultural y cambio cultural-psicológico

Carl Ratner (Estados Unidos)

 

 

Subjetividad, vida cotidiana y malestar social en el capitalismo

(Contribuciones arbitradas)

 

Diferentes facetas, problemas e potencialidades para a psicologia crítica no Brasil: a vida cotidiana da classe trabalhadora

Raquel S. L, Guzzo, Cristiane Marçal y Larissa Rybka (Brasil)

 

Estado, subjetividad, ciencia y sociedad tecnológica

Raúl Pérez Sastre (España)

 

Neoliberalismo y malestar social en Chile: Perspectivas críticas desde la Contrapsicología

Juan Carlos Cea Madrid y Patricio López-Pismante (Chile)

 

 

Antena detectora de naturalizaciones acríticas

(Contribuciones invitadas)

 

Una mirada crítica de las políticas sociales hacia los sectores populares: de la psicología de la pobreza a la subjetividad popular

Juan Carlos Cea Madrid, Jorge Esteban Benítez Saavedra y Patricio López-Pismante (Chile)

 

El lugar de las humanidades

Eduardo Subirats (España y Estados Unidos)

Psicologia e ditadura – Professores do CRISE premiados em cerimônia no CFP

DSC_0148-1024x680Os professores do curso de Psicologia da Faculdade de Educação Fernando Lacerda Jr. e Domenico Uhng Hur, membros do CRISE – Núcleo de Estudos e Pesquisas Crítica, Insurgência, Subjetividade e Emancipação, ganharam na última quinta-feira, 12/12/12, na sede do Conselho Federal de Psicologia – CFP, em Brasília, o prêmio “Psicologia e Direitos Humanos: Ditadura Civil-Militar e Repercussão sobre a Psicologia como Ciência e Profissão”. Na cerimônia também foi lançado o livro “A verdade é revolucionária” com a presença do Deputado Federal Nilmário Miranda (PT-MG), ex-ministro da Secretaria Nacional de Direitos Humanos.

No prêmio inscreveram-se psicólogos e estudantes de Psicologia de todo o Brasil, totalizando-se 52 artigos. O título do artigo vencedor, de Fernando Lacerda e Domenico Hur, é “Ditadura e insurgência na América Latina: Psicologia da Libertação e resistência armada”, sendo resultado das pesquisas empreendidas pelo CRISE. A previsão é de que os trabalhos vencedores sejam publicados em livro no primeiro semestre de 2014.

Mais informações:

http://site.cfp.org.br/psi-e-ditadura/

Ou acompanhe a cerimônia completa no youtube:

http://www.youtube.com/watch?v=lPuYPgy9lwg&feature=youtu.be

O Prof. Fernando Lacerda fala em 56min 15 s e o Prof. Domenico Hur fala em 1h03 min e 10 s

Professores do CRISE vencem Prêmio Direitos Humanos do Conselho Federal de Psicologia

Prêmio DH

Conheça os vencedores

A Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH) do Conselho Federal de Psicologia realizou, neste ano de 2013, o Prêmio de Psicologia e Direitos Humanos: Ditadura Civil-Militar e Repercussão sobre a Psicologia como Ciência e Profissão, com o intuito de estimular em estudantes e psicólogas (os) a produção de artigos a respeito do regime autoritário vivido pelos brasileiros entre 1964 e 1985. Ao todo, foram recebidos 52 artigos.

A comissão julgadora, formada por profissionais da Psicologia e com experiência no tema, avaliou os trabalhos e escolheu três vencedores para a categoria profissional e três para a estudante.

A CNDH parabeniza a qualidade dos trabalhos apresentados, o empenho dedicado a um tema tão importante para a Psicologia brasileira e, com muita satisfação, apresenta os vencedores:

 

Categoria Profissional:

1º lugar: Fernando Lacerda Júnior e Domenico Uhng Hur. GO

2º lugar: Luis Eduardo Franção Jardim. SP

3º lugar: Carla Náyad Castelo Branco Costa Dantas e Ana Maria Batista Correia. PI

Categoria Estudante:

1º lugar: Lumena de Aleluia Santos. BA

2º lugar: Fabíola Figueiredo da Silva. SP

3º lugar: Vinicius Furlan. SP

matéria postada no site do CFP, no dia 29/11/2013. Disponível em http://site.cfp.org.br/conheca-os-vencedores-do-premio-repercussoes-da-ditadura-civil-militar-sobre-a-psicologia-como-ciencia-e-profissao/

CRISE 5 – Psicologia Macrocultural (com Carl Ratner)

Tags

, , ,

CRISE 5 - Ratner

 o ATENÇÃO: DEVIDO A ERRO NA DIVULGAÇÃO DA CONTA POUPANÇA, ALGUNS PARTICIPANTES DEPOSITARAM EQUIVOCADAMENTE NA CONTA 3690-0 [EM NOME DE LUCIANA]. QUEM O FEZ, POR FAVOR, ENTRE EM CONTATO PELO E-MAIL: crise.ufg@gmail.com

Veja o cartaz do CRISE 5 (em pdf).

Carl Ratner é diretor do Institute for Cultural Research and Education na Califórnia, Estados Unidos, atualmente, propositor da Psicologia Macrocultural como “Filosofia Política da Mente”. Ratner, hoje, vem elaborando o estudo da cultura com foco nos Fatores Macro Culturais (FMC), isto é, os meios pelos quais os indivíduos sobrevivem e se realizam enquanto seres humanos. Segundo ele, é preciso trabalhar para que uma compreensão dos FMC como determinantes precedentes e mais amplos que os psicológicos não resulte em abordagens da psicologia humana como mero reflexo da cultura, mas sim como um dos fundamentos de sua criação. A trajetória intelectual de Ratner remonta à antipsiquiatria dos anos de 1970, desde quando vem se afirmando como profissional cuja crítica de raízes marxistas (tributária de autores como Vigotski, Leontiev e Martín-Baró) procura afirmar o compromisso entre a pesquisa, a prática em psicologia e as lutas sociais.

Conheça melhor a trajetória de Ratner clicando aqui. Ementa do minicurso: aqui

 o LOCAIS:

– SALA 242 – Faculdade de Educação, UFG, R. 235, s/nº, Setor Leste Universitário, Goiânia, GO.

– SALÃO NOBRE DA FACULDADE DE DIREITO – Praça Universitária, Setor Leste Universitário, Goiânia, GO.

o O evento contará com tradução sucessiva. o Pagamento: depósito em conta do Banco do Brasil, Agência 3607-2, Conta Poupança: 36902-0, Variação 51 (em nome de Gisele Toassa).

o CONFIRMAÇÃO DAS INSCRIÇÕES: envie comprovante escaneado do depósito bancário para crise.ufg@gmail.com, e-mail também destinado a responder dúvidas.

O prazo médio para confirmação será de três dias úteis.

o INSCREVA-SE:

Reunião ordinária da ABRAPEE-GO – 01/10

Car@s, comunico que nossa próxima reunião da Representação Estadual da ABRAPEE-GO ocorrerá no dia 01/10, terça, às 18h00, na FE (sala do CRISE/NUPESE, piso superior).
Pauta:

1. Informes;

2. Avaliação da conjuntura da psicologia escolar e educacional/GO;

3. Passagem da coordenação da representação;

4. Evento sobre a medicalização;

5. Curso da ABRAPEE sobre psicologia escolar em outubro.

6. Gestão das mídias da ABRAPEE

Grupo de Estudos Marxismo e Psicologia – 2º semestre

GRUPO DE ESTUDOS: Marxismo e Psicologia

Ementa: O grupo de estudos “Marxismo e Psicologia” busca aprofundar estudos sobre as possíveis articulações entre marxismo e psicologia. O grupo realizará estudos em três frentes: (1) Marxismo: história e fundamentos – o estudo do marxismo focando, especialmente, as obras de Marx, as leituras realizadas a partir da tradição inaugurada pela “ontologia do ser social’ de Lukács e o percurso histórico da tradição marxista; (2): Psicologia: história e crítica – estudo crítico da história da psicologia, assim como estudo sobre ontologia e metodologia na pesquisa histórica da psicologia; (3) Psicologia crítica – estudo de textos críticos que abordaram a psicologia, especialmente aqueles que, de alguma maneira, articularam Psicologia e Marxismo. Cada uma das frentes terá módulos específicos. A definição temática e o calendário de cada frente serão definidos pelo grupo em suas reuniões.

Textos: Os textos ficarão disponíveis na pasta 67 da FE e no computador do CRISE

Contato para interessados: Fernando_lac@yahoo.com.br

Horário: 08:30-11:00

Calendário Geral (2º semestre)

Eixo

Data

Obs.

Marxismo

12/09

(4) Trabalho alienado, etc.

Psicologia Crítica

19/09

(3) Guerra e saúde mental (IMB)

Marxismo

26/09

(5) Eco. Política e proletariado

Psicologia Crítica

03/10

(4) De la Torre – Psi na A.L.

Marxismo

10/10

(6) Conc. Materialista de história

Psicologia Crítica

17/10

(5) De la Torre – Psi na A.L.

Marxismo

24/10

(7) Teses sobre Feuerbach

Psicologia Crítica

31/10

(6) De la Torre – Psi na A.L.

Marxismo

07/11

(8) Sobre a filosofia da miséria

Psicologia Crítica

14/11

(7) De la Torre – Psi na A.L.

Marxismo

21/11

(9) Manifesto Comunista

Psicologia Crítica

28/11

(8) Calviño – Marxismo e Psi

Marxismo

05/12

(10) O fenômeno bonapartista

Psicologia Crítica

12/12

(9) Calviño – Marxismo e Psi

Continuar lendo